• Vera Lion

    Coordenação

    Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais pela PUC/SP (1972). Doutora em Serviço Social pela PUC/SP (2005) com a tese “Grupos juvenis na periferia: recompondo relações de gênero e raça/etnia. São Paulo 2004 –2005”. Mestre em Serviço Social pela PUC/SP (2001), com a dissertação “Quando jovens se tornam agentes de direitos humanos: uma experiência de formação política. IBEAC/Cidade Tiradentes- 1999/2001”. Especialização em Mediação de conflito, facilitação de diálogo e construção de consenso pelo Instituto Palas Atena (2013-2015). Coordenou as pesquisas: Estatuto da Criança e do Adolescente – a construção de uma cultura cidadã: análise de processos formativos em 18 anos do ECA em parceria com SEDH/PR (2008- 2010); Ação Integral aos Homens na Saúde parceria com o Instituto Papai de Recife e a Fundação de Amparo à Pesquisa e extensão Universitária– FAPEU de Florianópolis (2010); Vinte Anos do ECA: lições do presente para o futuro, em parceria com a SDH (2010-2011). Desde 1983 atua no Ibeac na elaboração, mobilização, organização, negociação, captação, coordenação, monitoramento e avaliação de projetos; coordenação e participação de pesquisas; construção de materiais didáticos e metodologias para a formação em Direitos Humanos e como educadora social. Desde 2013 é consultora do Projeto Vargem Grande Comunidade Saudável do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento.

    11 3864-3133
  • Bel Santos Mayer

    Coordenação

    Educadora social, coordenadora do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (IBEAC) mestra em Turismo pelo Programa de Pós-graduação em Turismo da Escola de Artes, Cultura e Humanidades da USP (PPGTUR/EACH/USP) com a dissertação Parelheiros idas e vi(n)das: ler, viajar e mover-se com uma biblioteca comunitária. Bacharel em Turismo, Licenciada em Ciências Matemáticas, tem especialização em Pedagogia Social. Desde os anos 1980 atua em organizações não governamentais facilitando processos de criação de Centros de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes (CEDECAs) e de bibliotecas comunitárias gerenciadas por jovens. Foi uma das criadoras e coordenadoras do Prêmio Educar para a Igualdade Racial do CEERT. É empreendedora social da Ashoka, docente de “Mediação de Leitura” na pós-graduações  “Literatura para Crianças e Jovens” do Instituto Vera Cruz, “Mediação Cultural Contemporânea” e “Gestão Cultural” do Itaú Cultural.

    É co-gestora da Rede LiteraSampa, finalista do Prêmio Jabuti 2019. Foi curadora da 11ª Edição do Prêmio São Paulo de Literatura, do Conselho curados do Prêmio Jabuti em 2021 e 2022, do Conselho curatorial do Complexo do Theatro  Municipal de São Paulo. Prêmios recebidos: Retratos da Leitura no Brasil-2018; Estado de São Paulo para as Artes-2019; 67° Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes na categoria “Difusão de Literatura Brasileira”, Prêmio  Pessoa Inspiradora da Associação Paulista de Fundações, 2021.

  • Claudia Dias Nogueira

    Gestão de Projetos

    Com 10 anos de experiência no terceiro setor, é bacharel em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo (USP), com cursos em Administração com ênfase em Gestão de Projetos pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE) e em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC (UFABC). É técnica em Designer de Interiores pela Escola Panamericana de Arte e Design e pós graduada em Gestão de Projetos pela Usp Esalq. Desde 2015 atua na gestão de projetos sociais em Parelheiros como colaboradora do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (IBEAC), estando mais à frente dos projetos de Turismo de Base Comunitária (Acolhendo em Parelheiros) educomunicação/comunicação comunitária (Agência de Comunicação Comunitária Vozes Daqui de Parelheiros).

  • Valdirene dos Santos Rocha

    Gestão de Projetos

    Graduada em Artes Plásticas pela FPA (Faculdade Paulista de Arte), Artes Cênicas pela BRAAPA – Teatro e TV, Dublagem e Fotografia pelo SENAC, Mediação cultural Akpalôs no Museu Afro-Brasil e Mediação de Leitura pelo IC&A. Atua como Gestora de Projetos no Ibeac (Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário) há mais de 8 anos na articulação de ações com foco no cuidado, afeto e prevenção da violência, literatura e artes, e ações articuladas no território com o time e parceiros: Centro de Excelência em Primeira Infância, Biblioteca Caminhos da Leitura, Biblioteca Casa das Histórias e Amara Cozinha. Na Rede LiteraSampa há mais de 13 anos, atua em GT’s de Integração, Formação, Comunicação, Eventos e Monitoramento e Avaliação, realizando formação para educadores, professores e jovens e contribuindo na construção de bibliotecas comunitárias, foi sistematizadora da RNBC (Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias). É diretora e produtora da Cia Teatral Artemanha há 21 anos, articulando a arte e a literatura, os saberes da comunidade e o incentivo à produção artística de jovens do território do Grajaú. Participou da escrita de 3 livros: “Expedição Leitura: tesouros das bibliotecas comunitárias no Brasil”, “Ruas adotadas, territórios abraçados” e “Nascidos para ler, no melhor lugar pra se nascer” e um artigo para a revista “Sampa Mundi” e para a Revista Emília. 

  • Flavia Kolchraiber

    Gestão de Projetos

    Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal de São Paulo (1999), especialista em Serviços de Saúde Pública e Saúde da Família (2003). Mestre em Ciências da Saúde pela Escola Paulista de Enfermagem UNIFESP (2018). Doutora pela  (EPE-UNIFESP). Atuou como gestora de serviços de saúde no município de São Paulo. Gestora de projetos do Instituto Brasileiro de Ensino e Apoio Comunitário (IBEAC). Instrutora de Mindfulness e compaixão para a saúde pela Breathworks/Respiravida (Espanha) e Cognitively Based Compassion Training-CBCT pelo Centro de Ciência Contemplativa e Ética da Emory University (Estados Unidos). Parte do Núcleo de Estudo e Pesquisa sobre Estudos Interdisciplinares em Saúde Mental – EISME (Diretório CNPq – UNIFESP) da Universidade Federal de São Paulo. Projetos de extensão: Práticas Integrativas e complementares no cuidado à pessoa idosa (Bem-te vi) e Saúde mental à população vulnerabilizada (EEUSP). Prêmios: Autocuidado na perspectiva da população em situação de vulnerabilidade social: escutando as vozes da quebrada, EPE UNIFESP  (2019). Concurso Cultural Temático Unifesp Mostra sua Arte (UMA) 2020 – Arte em Tempos de Distanciamento, UNIFESP.

  • Lidiane O. Santos

    Administrativo e Financeiro

    Mais de 10 anos de experiência no terceiro setor, 1 ano e meio de experiência em Gestão  Pública e mais de 10 anos de experiência na área administrativa e financeira no setor privado, é bacharel em Administração de Empresas pela Faculdade Montessori e pós graduada em Gestão  Ambiental pelo Centro Universitário SENAC. Desde 2019, atua na gestão administrativa e financeira do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (IBEAC).

  • Érica da Silva

    Gestão Administrativa

  • Gabriel Razo

    Educomunicação

    Educomunicador. Graduado na Licenciatura em Educomunicação pela ECA-USP com o TCC “Comunicação Comunitária e Direito Humano à Comunicação: as experiências da Agência de Comunicação Comunitária Vozes Daqui de Parelheiros”. Pesquisa as áreas de comunicação e educação como direito humano e para transformação social. Também pesquisa temas de diversidade com enfoque em gênero e sexualidades. Militante LGBTQIAP+. Atua na comunicação dos projetos sociais desenvolvidos em Parelheiros pelo Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário – IBEAC, bem como atua no projeto de educomunicação e comunicação comunitária “Agência de Comunicação Comunitária Vozes Daqui de Parelheiros”.