BRASIL E ALEMANHA JUNTOS PELO DIREITO HUMANO À LITERATURA

Foto Luisa Oliveira Foto Luisa Oliveira

O Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário – Ibeac, representado por sua diretora Fernanda Pompeu, e o Consulado Geral da República Federal da Alemanha, representado pelo Sr Axel Zeidler – Cônsul Geral, firmaram o contrato do projeto Literatura e Direitos Humanos: para ler, ver e contar.

A iniciativa conta com o apoio financeiro do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha. Estiveram presentes na cerimônia o Sr. Paul Leonhardt (cônsul para assuntos culturais e políticos), Bel Santos Mayer (coordenadora do Ibeac), Bruno Sousa e Sidinéia Chagas (mediadores de leitura da Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura) e Agnaldo Soares de Lima (administrativo e financeiro do Ibeac).

O projeto tem como objetivo disseminar informações de qualidade acerca dos Direitos Humanos, a partir da seleção, leitura e debate de 50 obras literárias por um grupo de 20 jovens mediadores de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, o LiteraSampa.

Os livros serão escolhidos por um grupo de escritores(as) e mediadores(as) de leitura, que indicará obras literárias consideradas essenciais à compreensão dos Direitos Humanos.

Os jovens receberão uma bolsa de apoio para dedicarem-se diariamente à leitura, participarão de oficinas sobre direitos humanos, produção de sinopses, vídeos, podcast e de outros materiais de comunicação convidando à leitura. Realizarão, ainda, rodas de conversa com outros jovens em suas bibliotecas.

Os idealizadores do projeto acreditam que a literatura e as artes de modo geral, inspiram, fomentam a criatividade, despertam sentimentos, favorecem a expressão de valores, promovem empatia, potencializam diálogos, contribuem para o desenvolvimento pessoal e coletivo, humanizam, informam, transformam.

 

FB_IMG_1552928556407Foto: Luisa Oliveira


Tags: , , ,

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *